Para os futuros papais de plantão, planejar e organizar a decoração do quarto de bebê é sempre uma fase gostosa, no post de hoje vai mostrar um pouquinho do passo a passo para elaborar a decoração do quarto do seu bebê de uma forma simples, barata, com cores encantadores. 

Todo papai e mamãe deseja organizar quarto do bebê mais lindo do mundo, mas é importante lembrar que você precisa pensar bastante em fazer dele um ambiente seguro, aconchegante, funcional e com grande durabilidade.

Para isto é necessário que o quarto do bebê esteja completo, precisa escolher e organizar os móveis essenciais, pensar em todos os acessórios, definir o tema, caso houver, selecionar as cores principais, os objetos e acessórios necessários para completar a decoração deste quarto tão especial. 

Para que fique tudo dentro do esperado é primordial ter consciência do espaço, para isso é essencial que tire todas as medidas do quarto e do móveis, e não deixe de conferir ao vivo a qualidade dos produtos comprados. 

Quando se fala em quarto de bebê, o primeiro item que nos aparece á mente como um móvel necessário para a decoração é o berço, depois pensamos nos secundários, tais como, uma cômoda para organização das roupas e para a troca das fraldas, uma cadeira, sofá ou poltrona de amamentação, para ocupar melhor o espaço pode conter também um criado mudo, puffs e baús, dependendo da necessidade e do espaço que contém. Por mais que seja um bebê, eles sempre acabam ganhando muitas coisas, algumas já pensando no seu crescimento, então é preciso ter bastante lugares onde guardar e apoiar esses itens. 

A escolha da cor para o quarto e os móveis podem variar de acordo com o gosto de cada um. A maioria prefere investir em cores claras para trazer aconchego ao ambiente, outros por se tratar de crianças gostam de investir em cores vivas para ativar a criatividade desde cedo. Outra tendência que vem ganhando destaque é o candy color, uma ótima opção que combina muito em quarto de bebês, consegue trabalhar com uma decoração bem atual.

Além das cores, também há os objetos para compor a decoração. Aos poucos acumulam-se ursinhos de pelúcia e outros brinquedos delicados e bonitos para enfeitar o ambiente. Mas acima de tudo, o que os pais querem mesmo é criar um ambiente tranquilo, protegido de ruídos e que transmite calmaria a todos que visitem.

Falando em decoração, os animaizinhos vem ganhando bastante destaque na decoração de quarto de bebês atualmente, sejam em adesivos ou papel de parede, até objetos como pelúcia e almofadas no formato deles. Eles ajudam a compor um ambiente delicado e criativo. 

Escolher cada móvel e item de decoração para montar o quarto do bebê é uma atividade prazerosa, mas demanda planejamento para não ver o orçamento apertado ao longo dos nove meses. Afinal, além do cantinho do seu filho, você ainda terá que desembolsar uma boa quantia com enxoval, fraldas, entre outras coisas … Mas calma! Existem alguns truques para que o investimento inicial na montagem do quartinho valha a pena.

É interessante trabalhar com móveis que sejam versáteis, que sugere um berço que se transforme em uma mini-cama ou uma cômoda com espaço para trocador em cima. Ao optar por itens versáteis como estes, você pode até gastar um pouco mais no início das compras, mas estará economizando no futuro, já que não vai precisar comprar um segundo móvel – como a pequena cama – quando seu bebê crescer um pouco.

É muito comum usar papéis de parede super fofos, com personagens e padrões para bebês, mas essa não é uma opção inteligente quando se trata de economizar. A sugestão é abrir mão de estampas e escolher uma cor lisa para as paredes. Assim, você pode usar itens específicos na decoração e trocar sempre que for necessário. Outra dica é optar sempre por papel de parede vinílico ou tinta lavável. Desse modo, se a criança riscar ou sujar a parede, você não precisa repintar e gastar dinheiro novamente.

O segredo para ter um quartinho sempre diferente, sem gastar muito, é investir em uma decoração que possa sempre ser trocada com facilidade. Usar adesivos que possam ser removidos com praticidade, quadrinhos cujo desenho interior também possa ser trocado.  Na hora de fazer o quarto, instale prateleiras – que são baratas – de cores e formatos diferentes, de forma assimétrica, ou nichos. Depois, é só ir completando com a decoração que quiser, e conforme o crescimento do bebê, os gostos mudando, a decoração poderá ser trocada também de forma prática! 

Esta é uma sugestão para quem realmente já está com o budget  no vermelho, sem recursos para decorar o quarto: se precisar abrir mão de algum dos móveis, esqueça o armário! As roupinhas iniciais do bebê são pequenas e cabem muito bem em uma cômoda um pouco maior. Dessa maneira, você pode esperar e guardar dinheiro para comprar um armário apenas quando seu filho estiver mais velho.

Outra opção para quem quer decorar o quarto do bebê de forma diferente, criativa e atual, e já pensando no crescimento dele, é investir em um quarto montessoriano, assim já preparam para o crescimento deles, o quarto montessoriano é um grande aliado no crescimento infantil e isso implica também nos primeiros meses de vida!

Portanto, o método montessoriano pode ser aderido no cômodo do recém-nascido, afinal, ele cresce muito rápido e logo apresenta seus primeiros sinais de autonomia. 

São quartos projetados baseados na ergonomia da criança, ou seja, os móveis são adaptados para o seu tamanho e altura para que possam ter fácil acesso aos seus objetos, dessa forma a criança já começa a criar certa autonomia e independência. 

Nada de camas altas, camas baixas ou colchões instalados diretamente no chão, no caso do recém nascido pode optar por utilizar um moisés nos primeiros meses, até que o bebê se adapte ao conceito de cama baixa. 

Outro ponto é delimitar bem as áreas, de descanso, brincadeiras e estudos. Conforme o tempo vai passando, o neném interage com tudo a sua volta. Quando chega nessa fase e ainda não houve a transição do berço para a mini cama, ele fica limitado a explorar o ambiente e se desenvolver.

No quarto montessoriano, tudo, ou melhor quase tudo, deve estar ao alcance da criança principalmente brinquedos e livros. Assim, quando ele acordar, pode ir explorando o espaço sozinho, desenvolvendo sua autonomia.

Para que isso aconteça de maneira segura, é fundamental que apenas os brinquedos dedicados a sua faixa etária sejam dispostos no cômodo. Brinquedos para crianças acima de 3 anos, por exemplo, costumam ter peças pequenas ou pontiagudas que podem acabar sendo engolidas pelo bebê. Portanto, garanta que nenhum objeto de risco esteja no local.

Bom, essas foram algumas dicas para decorar o quarto do seu bebê, gostaram ? 

Se ainda tiverem dúvidas, nossos decoradores estão disponíveis para te ajudar com o seu projeto! Clique aqui e cadastre-se.

Categorias: Dicas